PODER LEGISLATIVO DE CAIÇARA DO RIO DO VENTO

domingo, 12 de agosto de 2012

LOURENÇO ALVES

PRIMEIRO PREFEITO DO MUNICÍPIO DE CAIÇARA DO RIO DO VENTO, ELEITO EM 1º DE DEZEMBRO DE 1964, TOMOU POSSE EM 31 DE JANEIRO DE 1964, GOVERNOU ATÉ 31 DE JANEIRO DE 1969. FOTO: PORTAL CAIÇARA

SEVERINO LOURENÇO

PRIMEIRO PREFEITO DO MUNICÍPIO DE CAIÇARA DO RIO DO VENTO, NA MESORREGIÃO CENTRAL POTIGUAR, NOMEADO PELO GOVERNADOR ALUÍZIO ALVES, GOVERNOU DE 10 DE MARÇO DE 1963 A 31 DE JANEIRO DE 1964.
FOTO: PORTAL DE CAIÇARA

sábado, 13 de agosto de 2011

CULTURA DE CAIÇARA DO RIO DO VENTO

A biblioteca Pública Municipal "JOANA EUGÊNCIA DE ANDRADE", possui um acervo com mais de 3 mil livros à disposição da comunidade.
Na cidade onde as manifestações folclóricas ocorrem geralmente por ocasião das festividades juninas, o artesanato é representado pela confeção de potes de barro e vassouras de palha.
FONTE: LIVRO TERRAS POTIGUARES, DE MARCUS CESAR CAVALCANTI DE MORAIS

FRANCISCO AGOSTINHO DE OLIVEIRA

Um trágico acidente envolvendo uma moto e um carro vitimou na noite do dia 11 de junho de 2010 (sexta-feira ), o presidente da Câmara de Caiçara do Rio dos Ventos, Francisco Agostinho de Oliveira, o "Chico de Sinval", natural de Currais Novos-RN, nascido a 26 de abril de 1971, comerciante, de 39 anos.
O inspetor Sérgio Palhano, da Polícia Rodoviária Federal, informou que o acidente aconteceu em um trecho próximo ao município de Caiçara do Rio dos Ventos, distante 95 km de Natal, na BR-304, Km 202,2. A moto Honda POP 100 de placa MXU-3185 guiada pelo vereador foi atingida na traseira por um veículo, que após a colisão, ainda atropelou Francisco Augustinho e o carona da moto, Wilson Antônio do Nascimento, de 28 anos, que ficou gravemente ferido no acidente.
O motorista que provocou o acidente fugiu do local e ainda não foi identificado pela Polícia.

ASSOCIAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO COMUNITÁRIO DE CAIÇARA DO RIO DO VENTO – RN.

ATA DA ASSEMBLÉIA DE CONSTITUIÇÃO DA ADECARVE

ASSOCIAÇÃO DE DESENVOLVIMENTO COMUNITÁRIO DE

CAIÇARA DO RIO DO VENTO – RN.

Aos vinte e um dias do mes de julho do ano de mil novecentos e oitenta e cinco (1.985); pelas 10:00 horas, nesta Cidade de Caiçara do Rio do Vento, Estado do Rio Grande do norte; reuniram-se com o propósito de constituirem uma associação de desenvolvimento comunitário. Foi aclamado para dirigir os trabalhos o senhor EMANOEL GELSON DE ANDRADE, que convivou a mim, ROSIMIRO RIBEIRO FEITOSA, para secretariá-lo tendo participado ainda da mesas as seguintes pessôas: Etevaldo Câmara Lisbôa, Prefeito do Município; Luiz Bezerra de Lima, Vice Prefeito; Raul Bezerra de Arruda, Gerente do Banco do Brasil S/A – Paulo Cesar Dantas Fernandes, Coordena O Senhor Coordenador solicitou que fôsse lido, explicado e debatido o projeto de estatuto da associação, anteriormente elaborado o que foi feito, artigo por artigo, sendo aprovado, por unânimidade dos sócios. A seguir foi apresentada uma chapa de consenso para dirigir a Associação pelo período de 01 (um) ano; ficando assim constituída: DIRETORIA EXECUTIVA – Emanoel Gelson de Andrade, Presidente; Rosimiro Ribeiro Feitosa, Secretário; Francisco das Chagas Pereira, Tesoureiro – CONSELHO FISCAL – Etevaldo Câmara Lisboa, Lourenço Alves Ferreira e Francisco Canindé de Carvalho, MEMBROS EFETIVOS; José de Oliveira Confessor, José Patrocínio do Nascimento e Maria Barbosa de Lima, MEMBROS SUPLENTES. Em seguida foi submetida a apreciação dos presentes, sendo eleita por aclamação. O Senhor Paulo Cesar Dantas Fdes., fez uma ligeira explanação sobre os objetivos da Associação. Prosseguindo os eleitos foram empossados nos seus respectivos cargos. O Senhor Presidente da Associação assumiu a direção dos trabalhos agradecendo a colaboração do Coordenador e a confiança dos presentes, declarando definitivamente constituída desta data para o futuro a ADECARVE – Associação de Desenvolvimento Comunitário de Caiçara do Rio do Vento; que tem por objetivos os previstos no artigo 3º do Estatuto recém aprovado. Como nada mais houvesse a tratar o senhor Presidente da Associação deu por encerrado os seus trabalhos e eu ROSIMIRO RIBEIRO FEITOSA, que servi de Secretário, lavrei a presente Ata, que lida e achada conforme foi aprovada por tôdos, contendo as sinaturas de todos os associados fundadôres como prova de livre vontade de cada um, em constituir a associação.

Caiçara do Rio do Vento, 21 de Julho de 1.985.

Estatuto:

SÓCIOS FUNDADORES:

Emanoel Gelson de Andrade

Rosimiro Ribeiro Feitosa

Francisco das Chagas Pereira

Etevaldo Câmara Lisbôa

Jesuino Soares Lisbôa

Francisco Canindé de Carvalho

Raul Bezerra de Arruda

Paulo Cesar Dantas Fernandes

Paulo Feitosa

quarta-feira, 3 de agosto de 2011

Caiçara do Rio do Vento e Pedra Preta

O território municipal de Caiçara do Rio do Vento teve suas terras requeridas quase ao mesmo tempo das de Jardim de Angicos, tanto pela facilidade de acesso através do rio Cururu, quanto resultante da ocupação sertaneja do rio Potengi. Mas, o seu povoamento se deu primeiramente por extensão dos requerimentos dos rios Ceará - Mirim e Cururu. Observa-se que os Rodrigues Coelho fixaram-se nesta região, terras adquiridas posteriormente pela família Pinheiro Teixeira e outras.

Em 23 de agosto de 1734, Manoel Pinheiro Teixeira, Maria da Conecição de Oliveira e Bernardo Pinheiro Teixeira, já eram possuidores das terras do rio do Vento, limitando-se ao norte com os providos do rio Cururu e Ceará - Mirim, e ao sul com terras da ribeira do Potengi, do Sargento-mor Antonio Rodrigues Santiago, que corria desde a Serra do Pica-pau. Juntos possuiam aproximadamente nove léguas de terra. Parte delas foi herdada de José Pinheiro Teixeira que as havia arrematado na decada de 1720. Em 1749, Manoel Pinheiro era o proprietário da maioria das terras ali, como também no Riacho do Sapo, hoje Cachoeira do Sapo, terras compradas ao Capitão Manoel Rodrigues Coelho e Inês Barbosa, sua esposa, que foram morar no Ceará; Olho D´água da Gameleira e Rio do Vento. Mais para o oeste, indo até o Cabugi, as terras pertenciam a José Luiz de Souza, requeridas em 1735, antes , em 1709, pedidas por seu pai Sebastião de Souza.

Foto de Tárcio Araújo

Nas divisas hoje com Jardim de Angicos, acima do Rio Quintimproá-choyó, o qual conhecido hoje como Bela Vista, em 1764, pertenciam ao ajudante Pedro Pereira de Azevedo e ao capitão João Alves Maciel, sobra de terras que foi consedida ao Capitão-mor Baltazar da Rocha Bezerra, então petencente a Theodósio da Rocha Bezerra. No Boqueirão, alí vizinho, em 1794, as terras pertenciam a José Luiz Pereira. Ao oeste, pegando as terras da Serra do Bom Fim, em 1793, Francisco da Costa de Vasconcelos, Manoel Machado de Azevedo e Pedro Coutinho de Matos possuiam vasta área daquelas terras.

FONTE:BLOG DO EVANGELISTA ROMÃO

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

iINFORMAÇÕES DE CAIÇARA DO RIO DO VENTO

O município possui um clima do tipo semi-árido na parte Centro-Norte e árido na parte Centro-Sul com precipitação pluviométrica anual média de 527,3 mm, período chuvoso de março a abril, temperatura média anual em torno de 27,2ºC e umidade relativa média anual de 70%.

Quanto à formação vegetal, o município possui Caatinga Hipoxerófila – vegetação de clima semi-árido, apresenta arbustos e árvores com espinhos e de aspecto menos agressivo do que a caatinga hiperxerófila. Entre outras espécies destacam-se a catingueira, angico, juazeiro, braúna, marmeleiro, mandacaru, umbuzeiro e aroeira. Os solos predominantes são: Planossol Solódico e Solos Litólicos. O município possui de 100 a 200 metros de altitude.

O município de Caiçara do Rio dos Ventos encontra-se totalmente inserido nos domínios da bacia hidrográfica de Ceará Mirim, sendo banhado pelo Rio dos Ventos, que atravessa o município na direção S-N. Seus principais tributários são: os Rios Quimquimpros, Ponto da Serra e os riachos: Campo, da Gameleira, dos Picos, da Carnaúba, Bonfim, Maniçoba, Novo, da Cachoeira, das Areias, da Caiçara, Saco dos Porcos e Olho d’ Água e do Porão. Os principais açudes são: o Caiçara (324.480m3/público) e o São Francisco (590.800m3/público), existindo ainda os açudes São Domingos e Rio Novo. Todos os cursos d’água do município têm regime intermitente e o padrão de drenagem é o dendrítico.

Segundo o censo de 2000, possui uma população total residente de 2.867 habitantes, dos quais 1.454 são do sexo masculino (50,70%) e 1.413 do sexo feminino (49,30%), sendo que 1.922 vivem na área urbana (67,00%) e 945 na área rural (33,00%). A população atual é estimada em 3.053 habitantes e sua área total é de 261,191 km², portanto a densidade demográfica é de 11,7 hab/km. Dentre a população total, 69,50% são alfabetizados.

O município dispõe de 03 postos de saúde, 09 estabelecimentos de ensino, sendo 01 de ensino pré-escolar e 08 de ensino fundamental, 01 agência bancária, 01 agência dos Correios e 13 empresas com CNPJ atuantes no comércio varejista. As principais atividades econômicas do município são: agropecuária e comércio. Possui 691 domicílios permanentes, sendo 481 na área urbana e 210 na área rural, destes, 487 são abastecidos d’água através da rede geral, 29 através de poço ou nascente e 175 por outras fontes.

No ranking de desenvolvimento, Caiçara do Rio do Vento está em 108º lugar no estado (108/167 municípios) e em 4.331º lugar no Brasil (4.331/5.561 municípios).


Quem sou eu

Minha foto
Sou o subtenente PM/RN JOSÉ MARIA DAS CHAGAS, natural de Mossoró-RN, pai de quatro filhos e que tem como base principal de vida:AMAR A DEUS SOBRE TODAS AS COISAS" e AMAR AO PRÓXIMO COMO AMO A MIM MESMO"; ÃLÉM DE SER HUMILDADE E ATÉ A PRESENTE DATA NUNCA ECONOMIZEI UM GOTA DE HONESTIDADE. TENHO A MANIA DE ESCREVER, ESCREVER, ESCREVER, DE LER, LER, LER; DE PESQUISAR. COM CINCO BLOGS NA REDE MUNDIAL DE COMPUTADORES, CUJA META FINAL É DE CHEGAR AOS 7 BLOGS E 400 LINKS. SOU 95 POR CENTO TORCEDOR DO BARAÚNAS, O MAIS QUERIDO DE MOSSORÓ E 5 POR CENTO FLUMINENSE.

STPM JOTA MARIA

STPM JOTA MARIA
HONESTIDADE, HUMILDADE E SINCERIDADE

Minha lista de blogs